Filed under Pensamentos

Ode Ao Desapego

Objetos podem durar a vida inteira. E mesmo assim não devemos nos apegar a eles. O desapego deve ser estendido a pessoas e objetos. Não são propriedades. Estão com a gente. Não são da gente. Saudades se sente. Apreço se tem. Mas nada é nosso. Nada nos pertence. Pessoas vêm e vão. Objetos se gastam, … Continue lendo

Para O Meu Pai

Dedico um pouco do meu tempo para falar de uma pessoa muito importante pra mim e para os seus. De quem já dedicou e ainda dedica muito do seu tempo para a família. E nem percebe o quanto já se doou. E nem faz por obrigação, faz por amor. Ele ensinou com exemplos, usou as … Continue lendo

Dos Amigos

Não sei se há incondicionalidade na amizade. Mas amizades de verdade enfrentam o tempo, divergências, dessabores, amores, contratempos, dias ruins, o que for. Amigos se irritam, magoam, tiram do sério. Os amigos nos colocam em enrascadas, nos levam para o mal caminho. Às vezes atrapalham, nos tiram do trilho, da dieta, das noites tranquilas e … Continue lendo

O Amor Em Um Ato

O cenário é parecido. Sempre é um quarto, iluminação branda ou quase nenhuma. Quando se tem luz. Quando não é preciso usar os outros sentidos para enxergar. Não se encontra o outro com dificuldade. Pois já se sabe aonde ele vai estar. Uma cama, que pode ser de casal ou de solteiro. Não importa o … Continue lendo

Não Faz Parte Do Cotidiano

A violência deveria chocar. Não deveríamos nunca nos acostumar com ela. A violência nunca deveria fazer parte do nosso cotidiano. Ela não é e nunca será algo banal, trivial, ela nunca será um lugar-comum. A dor, seja alheia ou própria, não deve ser algo para se levar nos ombros. De qualquer jeito, como parte da … Continue lendo