Andadas

O caminho é longo. Cheio de curvas. Altos e baixos. Os pés cansam. Enchem-se de calos. E mesmo assim não paro. As marcam fazem parte da trajetória. Servem para enfeitar o caminhos. Nem pedras e nem espinhos. Os obstáculos não freiam. Servem de aprendizado. E assim sigo. Com prudência, mas sem deixar de sonhar. Adriana … Continue lendo

Alento

É tempo de amor É tempo de amar. Sem conceitos. Sem gêneros. Sem fronteiras. Para amar não é preciso passaporte. É só amar. Sem restrição de idade. De cor. De raça. Sem complicações. Imposições e condições. Quando se ama. Não se exige. Não se pede retorno. Quando se cobra. É vaidade. O amor é outra … Continue lendo

Prudência

Sonhei demais. Esperei demais. Até acordar. Até perceber que eram apenas expectativas. Os pés foram rápido ao chão. A aterrissagem doeu. Mas fortaleceu. Não deixei de sonhar. É um defeito. Sei lá. Mas as expectativas ficaram de lado. Sem mais. Não é medo. É apenas prudência. Cuidado de quem já sofreu. Receio de mais uma … Continue lendo

Parcerias

Não precisa ser muitos. Não precisa lotar uma sala. Basta aqueles que enchem o coração de alegria. Basta ser aqueles que é sempre bom ter como companhia. Com alguns o tempo passa voando. Com alguns nem vemos o tempo passar. Perdemos a noção da hora. Têm amigos que nunca deixaremos de amar. Não importa o … Continue lendo

Confraria

Sorrisos se formam em plena madrugada. Sonhos que se sonham acordado tem mais graça. Suspiros e sorrisos bobos. Olhos brilhantes. A festa nem sempre tem música. Nem sempre se têm pessoas. Às vezes é só a pessoa. Às vezes é apenas sentidos. Sem movimentos. Sem planos. Às vezes é só estar ao lado. Pronto, já … Continue lendo