Dançando II

Suspiros. Sopros aos ouvidos. A vida é dança. Música de diferentes melodias. Não importa o ritmo. Não importa o tom. O bom é seguir vivendo. Adaptar-se. Saber ouvir os sons. E não podemos ficar parados Esperando que alguém nos tire para dançar. Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada, desde que a fonte/autoria seja … Continue lendo

Ode Ao Desapego

Objetos podem durar a vida inteira. E mesmo assim não devemos nos apegar a eles. O desapego deve ser estendido a pessoas e objetos. Não são propriedades. Estão com a gente. Não são da gente. Saudades se sente. Apreço se tem. Mas nada é nosso. Nada nos pertence. Pessoas vêm e vão. Objetos se gastam, … Continue lendo

Das Minhas Vontades

Eu até posso ficar sem você. Mas eu não quero. Já que querer é poder. Hoje eu só quero você. Amanhã talvez. Nunca se sabe. Não costumo mudar rápido. O amanhã ainda está longe. Prefiro focar no agora. E hoje eu sei o que quero. Escuto as minhas vontades. Não tenho pressa de nada. Confio … Continue lendo

Beijos, Abraços e Sorrisos

Beijos, abraços e sorrisos Devem ser sinceros. Devem vir de peito aberto. É o melhor do dia. É o que adoça a vida. Se não for para ser de coração. É melhor nem começar. Beijos, abraços e sorrisos Devem ser de verdade. Do contrário é traição. Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada, desde … Continue lendo

Esperas…

Eu vou ficar… Esperando. Eu vou ficar… Volta! Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada, desde que a fonte/autoria seja citada.