Filed under Poesia

Para O Meu Amor

Há um ano eu nem acreditava no amor. Há um ano eu estava acostumada com a solidão. Há um ano eu havia cansado da procura. Há um ano fiquei com medo de me machucar. Há um ano vestia uma armadura. Há um ano havia construído um muro. Há um ano não tinha expectativa. Há um … Continue lendo

Mudanças

Objetos podem durar a vida inteira. E mesmo assim não devemos nos apegar a ele. O desapego deve ser extendido a pessoas e objetos. Não são prioridades. Estão com a gente. Saudades se sente. Apreço se tem. Mas nada é nosso. Nada nos pertence. Pessoas vêm e vão. Objetos se gastam, se perdem. E o … Continue lendo

O Sol

O sol abrasa a pele. Colore o corpo. Deixando-nos com a cara do verão. Anima os ânimos. Convida o espírito a um mergulho. A um passeio ao ar livre. Ou apenas contempla-lo à beira de uma sombra. O sol no verão Queima. Esquenta o juízo. E mesmo assim esperamos ansiosamente por ele. Ao seu primeiro … Continue lendo

Aproveitando O Caminho

Não crio expectativas. Talvez por medo de me decepcionar. Mas espero sempre o melhor. Acredito sempre no melhor. Sou otimista Mas não iludida. Sei da realidade. Sei que nem tudo é do jeito que gostaríamos. Mas espero sempre o melhor. Das pessoas. Das situações da vida. Espero sem cansar. Não mirando o fim. Mas aproveitando … Continue lendo

Enquanto Te Esperava

Eu te esperei pra dançar. E as horas chegaram e logo foram embora. E eu te esperando pra dançar. Gastando assim o meu batom. A minha roupa nova. Exercitei a paciência. Entre um gole e outro de whisky. Puro e sem gelo. Pratiquei meditação. Engolindo o meu choro. Para não arranhar minha garganta. E nada … Continue lendo