Filed under Poesia

Ventos

Ventos sopram na direção certa. Atenuam o calor. Deixando a alma desperta. Ventos levam os distraídos. Surpreendem com seus movimentos. Soltam folhas. Levantam saias. Dispersando os pensamentos. Ventos abrandam. Mesmo na desordem. Não importa a direção que soprem. Os ventos sempre nos darão sorte. Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada desde que a … Continue lendo

Só Mais Uma Alma

Eu sou mais uma alma atormentada. Por uma lembrança de um amor que nunca existiu. Eu sou mais uma pessoa que sonha Em ter o que nunca lhe pertenceu. Sonhando e inventando situações Que nunca aconteceu. Faz do passado um estilo de vida. Faz do futuro Um acalento para alma. Esquece o presente. E só … Continue lendo

Pretextos

Luzes do sol. Céu azul em pleno inverno. Calor escaldante. Paixão atemporal. Não importa o clima. Não importa a estação. Felicidade é assim Quando chega não se despede. Vendaval ou estio. Tudo é festa. Tudo é motivo. O tempo é apenas pretexto. Na chuva eu canto e danço. No sol, para aliviar o calor, eu … Continue lendo

Fases Da Vida

Mesmo que não se veja saída. Esperar é preciso. Mesmo que o tempo se apresente pesado. Esperar é preciso. Nada dura para sempre. Nem o sol e nem a chuva. É tudo questão de tempo. Saber esperar. Aprender com todas as situações. Não se perder em meio as frustrações. Ter sempre a capacidade de recomeçar. … Continue lendo

Amor Como Rotina

Amor para o café. Amor na hora do almoço. Amor para o jantar. O amor para amar. O amor como sobremesa. O amor em cima da cama e em cima da mesa. O amor como rotina. Amor para toda a vida. O amor é festa. Fantasia multicor. O amor por companhia. O amor para escapar … Continue lendo