Não Faz Parte Do Cotidiano

A violência deveria chocar. Não deveríamos nunca nos acostumar com ela. A violência nunca deveria fazer parte do nosso cotidiano. Ela não é e nunca será algo banal, trivial, ela nunca será um lugar-comum. A dor, seja alheia ou própria, não deve ser algo para se levar nos ombros. De qualquer jeito, como parte da … Continue lendo

Autonomia

Do amor não se exige credo. Do amor não se exige visto. Do amor se exige orientação. Do amor não se exige posse. Não existe fronteiras. Não se faz exigências. Não problematiza. Do amor só se pede o amor. Do amor só se quer amar. Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada desde que … Continue lendo

Sexta Lenta

E o dia passa lento. As horas se arrastam. Como nuvens que não saem do lugar Num céu sem expressão e sem formas. E nem parece que é sexta. Nem parece que é fim de semana. Ou justamente por ser sexta é que as horas teimam Em não passar. Nada anda. Nada sai do lugar. … Continue lendo

Certezas

Quando a gente sabe que gosta de alguém? Quando aprecia as suas qualidades? Quando os seus defeitos não são suficientes para diminuir o encantamento? Quando se sente falta na hora da despedida? Quando a vontade de se estar junto é diária? Quando sente a pessoa próxima mesmo distante? Quando é com ela que se deseja … Continue lendo

Deixa

Deixa-se passar. Seja feliz com o que é. E não com o que possa ganhar. Não pese ações e sentimentos. Deixe ir e vir. Não espere. Não acumule. Viva o seu momento. Adriana Freitas A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.