Olhares

Olhos

Os olhares às vezes são tão violentos.
Reflexos de pensamentos tortos.
Soltos por uma brecha desprevenida.
Cheios de emoções vazias.
Cheios de dor.
Cheios de agonia.
Olhos que olham.
Nada mais.
Preenchem apenas um espaço qualquer.
Em cada esquina.
Em cada avenida.
Pedaços desprotegidos.
Descobrem o que não se conseguem ver.
Denunciam aquilo que mais queriam esconder.
São apenas olhos.
Nada mais.
Entregam a mentira.
Deixando a verdade apenas parecer.
Delírio de quem esconde.
Para quem se ver.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

One thought on “Olhares

  1. Que lindo!!! Bem que você poderia escrever um livro de poesia também! bem que você avisou para visitar logo o site, agora percebo o que estava perdendo, é muito bom saborear um poesia de vez em quando! a proposito o site esta lindo! um charme. bj

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s