Do meu passado

A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

O que conheço da minha história
É pouco.
Sei apenas do que me foi imposto.
Para que um dia eu pudesse me formar.
O que aprendo é quase nada.
Muito é o que eu não vou saber
Passar.
O que eu sei da minha história.´
É só o que eles quiseram mostrar.
Se é verdade ou não.
Só vou descobrir se tiver um maluco
Que qeira se matar.
Não quero morrer em vão.
Se a minha morte servisse pra sair desta prisão.
Mas não.
Será apenas um trechinho de um livro impresso.
Frustrado.
Esquecido à mão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s