Enquanto isso

A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada
Eu não sei de que horas posso dizer eu te amo.
Não sei se ainda é cedo.
Não sei se espero a sua vez.
Eu só sei que te amo.
Espero o tempo passar.
E tenho medo de perder a oportunidade.
E se amanhã não me quiseres mais?
Seria tarde demais?
E se eu me antecipar e você se assustar?
Eu não sei o que faço.
Eu conto nos dedos o avanço dos ponteiros.
Esperando a hora certa.
E nem sei se existe.
Enquanto isso.
Sigo curtindo o seu abraço.
E aproveitando os seus beijos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s