O Dia

O dia
Hoje não foi o dia de te encontrar.
E nem sei mesmo se haverá um dia.
Por que então aparecer
Se não tinha a intenção de voltar?
Hoje foi o dia de a saudade apertar o peito.
Pensar no que aconteceu
E no que eu deveria ter feito.
A sensação
É que sempre faço algo errado.
Fujo para os lados
E deixo o que é bom passar.
Aí vem o arrependimento
Consumindo até a alma.
Sem perder a calma.
Espero o amanhã chegar.
E quem sabe então
Será o dia de te encontrar.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s