Vivências

Vivências
Nem sei o que estou sentido.
Não é ansiedade e nem medo.
Não sei o que tenho.
E nem o que estou querendo.
Estou apenas vivendo
Um dia de cada vez.
Deixando o vento soprar.
Há muito que não procuro.
Mas acho que fui encontrada.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s