Dois Barcos

dois-barcos
Dois barcos passeiam pelo infinito.
Seguem sem olhar para trás.
Todo mundo tem um passado.
Não há como fugir.
Os barcos passeiam.
Não ligam para o que ficou.
Já passou.
Já está distante.
O futuro ainda está longe.
O passado ficou para trás.
O que lhes restam é viver os dias.
Seguir no presente.
Não se preocupar com o que já foi e nem se inquietar por algo que ainda está por vir.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s