(Des)Construção


Desconstruindo pontes e reconstruindo significados.
Às vezes é só preciso ir.
Nem sempre em linha reta. Nem sempre temos retorno.
Às vezes é preciso pegar outro caminho.
Buscar alternativas.
Portas se fecham.
Pontes caem.
Nada é infinito. Nada é para sempre.
Tudo se acaba.
Mas nada que não possa ser refeito.
Pra tudo se tem um jeito.
É preciso apenas seguir. Readaptar-se. Transformar-se.
Toda dor é aprendizado.
Toda ferida se cura.
E quando deixamos para trás as portas que se fecharam.
Encontramos novas oportunidades. Novos caminhos.
Novas pontes, novas portas. Novas janelas.
Um novo mundo.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s