Página Virada


Nunca perdi.
Na verdade nunca tive.
Como sentir falta do que não se viveu?
É possível sentir saudade de uma ilusão?
Sonhos utópicos.
Tempo perdido.
Energia desperdiçada.
Assim são suas lembranças.
Assim é a nossa história.
Sem enredo.
Sem final feliz.
Tempo passado.
Energia gasta.
Apenas uma página virada.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s