Do Verde Ao Cinza


A paisagem começa a mudar.
Agora arranha-céus crescem
Cortando o ar.
O que era espaço cheio de cores.
Dá lugar ao cinza do concreto.
As cores das flores
Abrem espaço para as pastilhas coloridas
Dos prédios.
Os terrenos antes baldios
Hoje é mais um espaço amontoado de moradores.
A paisagem muda
Num ritmo cada vez mais veloz.
Eu não sei até quando.
Sinto saudade do cheiro do mato.
Agora tudo é asfalto.
O verde que mesmo com chuva
Sai de cena
Deixando o cinza colorir a paisagem.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s