Ciclos II


Ano após ano revivemos histórias.
Relembramos momentos.
Reavaliamos a vida.
O que deu e o que não deu certo.
Confraternizamos.
Trocamos abraços.
Há os que falem em hipocrisias.
Eu prefiro tréguas das diferenças.
Se nem nos finais do ano não se houver uma tentativa de reconciliação
Quando então seria?
Fins de anos têm uma atmosfera diferente.
É tudo mais cor. É tudo mais brilho.
Luzes e amores.
É o fim de um ciclo.
O velho que abre espaço para o novo.
Um ano se finda e com ele novas oportunidades, novas esperanças.
E assim passamos mais um ano.
Relembrando, festejando e sonhando.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s