Uno


Nem mais flores.
Já se foram os amores.
Só ficou quem devia ficar.
O que não sabia se despedir.
O que nem foi convidado a ir.
O jardim floresce.
Não importa a estação.
A flor é sempre a mesma.
Colorindo o corpo.
Alegrando o coração.
Não são flores.
É flor.
Não são amores.
É amor.
É vida que segue.
Sorrisos bobos.
Paz de espírito.
Aconchego.
Momentos felizes.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada, desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s