Renovação

Foi numa quarta-feira que eu vi um mundo diferente.
Foi numa quarta-feira que eu vi tudo mudar.
Foi nas cinzas que encerrei um ciclo.
Foi nas cinzas que renasci.
Nada é tão significativo quanto um fim.
E foi no fim que recomecei.
E foi do fim que renasci.
Poderia ter sido triste, mas não foi.
Foi desse fim que me libertei.
Doeu, mas não chorei.
Foi a dor da liberdade.
Mas também não sorri.
Apenas segui.
Rumo ao diferente.
Esperando novas manhãs.
E assim me refiz.
Recomecei uma nova história.
Se fui triste ou feliz
Pouco importa.
O que importa é que abri uma nova porta.
E dessa porta corri para o mundo.
Reinventei minha própria trajetória.
Escritora Adriana Freitas

A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s