Ponteiros

Ponteiros

Sinto o ponteiro passar mais depressa.

Sinto que o tempo não tem a mesma velocidade.

Agora ele é mais veloz.

Os anos estão passando numa velocidade cruel.

Não sei o que faço.

Me desespero vendo o tempo passar.

Desperdiçando os meus dias com displicência.

Sinto que não sou mais a mesma.

O meu corpo reage de maneira diferente.

Ouço o som do relógio.

É como se ele quisesse me dizer que o tempo está passando.

Que ele não vai esperar por mim.

Que devo ir depressa.

Para não deixá-lo passar.

E perdê-lo de vista.
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s