O aeroporto

A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

O aeroporto sempre foi um lugar de despedidas e chegadas.
Um lugar de choros de alegria ou saudade anunciada.
No aeroporto pegamos e deixamos bens preciosos.
Pessoas importantes.
Palavras que se dissiparão no tempo.
Se perderão na memória.
Nunca sou eu que vou.
Eu sempre deixo e pego.
Eu sempre fico do outro lado da porta.
Não sei o que é pior.
Ir ou ficar.
Eu sei que a saudade acompanha.
Não importa o lugar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s