Cada Vez Menos


Eu acho que já começo a te esquecer.
Passei a me importar bem menos.
A ferida não fechou.
E ainda continua a doer.
Mas passei a me importar bem menos.
As lembranças estão se esvaindo.
Os seus rastros sumindo.
A sua importância diminui a cada manhã.
Vai chegar o dia que notícias suas
Não farão diferença.
Eu já não conto mais com a sua presença.
O seu cheiro começa a evaporar da minha pele.
O seu beijo não passa de lembrança.
Nem do seu abraço me lembro mais.
O seu sorriso perdeu a cor.
O processo começou.
No dia em que você quis ir.
Eu quase te pedi pra ficar.
Daí pensei.
Prisões não são afetos.
Te deixei ir.
E agora começo a te esquecer
Aos poucos.
Dia após dia.
Eu passo a me importar cada vez menos.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s