Domingos


Sentimentos estranhos habitam o peito.
Indefinições povoam o ambiente.
Cores indecifráveis pintam a pele.
Falta do que fazer.
Falta de vontades.
Ócios.
Tarde nubladas.
Dias frios.
Guerras internas.
Agonias indefiníveis.
E assim mais um domingo passa.
Sem agitos.
Sem desperdícios.
É só mais um domingo.
Sem companhias.
Sem risos.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s