E Assim Sigo Adiante


Será que eu quero pensar?
Vontade insuportável de ganhar o mundo.
Andar por aí.
Sem rumo.
Vontade de fugir dos meus pensamentos.
Ficar sem pensar.
Conseguir relaxar.
Não consigo fugir de mim.
Não consigo sair por aí.
Por dentro grito.
Enquanto o meu corpo inerte.
Finge calma.
Boca calada.
Mente inquieta.
Passos curtos.
Sonhos gigantes.
E assim vivo.
E assim sigo adiante.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s