Mais Uma Vez Solidão


Mais uma vez solidão.
E eu me visto de silêncio.
Sem novidades.
Sem surpresas.
Apenas aquela velha dor no peito.
Insatisfações por companhia.
Falta de esperança.
Realismos cru e transparente.
Mais uma vez o silêncio.
Mais uma vez solidão.
Talvez um dia eu me acostume.
Talvez um dia eu aceite a condição.
De acreditar que o amor é comum
Para qualquer pessoa.
Menos pra mim.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

One thought on “Mais Uma Vez Solidão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s