Sempre do Mesmo


Sempre do mesmo.
Acabas rodando e fugindo
E caindo no mesmo lugar.
Mas nem percebo.
Digo frases que não devo.
Faço coisas que não penso.
Acabo sozinha no meu quarto a chorar.
Por saber demais e não acreditar no que vejo.
Por se iludir demais
E não tomar a atitude que devo.
E é sempre do mesmo.
A mesma ilusão.
O mesmo erro.
A mesma intenção.
O desespero.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s