A Solidão


Solidão
Ela me persegue.
Puxa os meus braços, pernas e corpo.
Quando penso que a despisto.
Ela me aparece em breve.
Fazendo-me sofrer de novo.
Arranca o meu suor.
Livra até os meus melhores sentimentos.
Solidão
Ela me arrasta e me arrasa.
Como um pesadelo puxa os meus pés.
Matando-me de medo.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s