Aquele Filme

Aquele filme muito antigo
Mofado
Acabado
Amarrotado
Se repetiu.
Rodou tantas vezes
Que se desgastou.
Não foi o tempo que o partiu.
Foi o uso exagerado
Descompassado
Agoniado
Desajeitado
Que o feriu.
Aquele filme parecia ter sido esquecido.
Foi restaurado
Masterizado
Renovado.
Mas ainda é o mesmo filme.
Que mesmo torcendo, querendo.
Será o mesmo final.
Somente uma nova montagem.
Talvez um novo personagem
Conserve sua essência.
Mas faça desse final.
Uma feliz experiência.
Adriana Freitas

A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s