Andadas


O caminho é longo.
Cheio de curvas.
Altos e baixos.
Os pés cansam.
Enchem-se de calos.
E mesmo assim não paro.
As marcam fazem parte da trajetória.
Servem para enfeitar o caminhos.
Nem pedras e nem espinhos.
Os obstáculos não freiam.
Servem de aprendizado.
E assim sigo.
Com prudência, mas sem deixar de sonhar.
Adriana Freitas
A reprodução do texto está autorizada desde que a fonte/autoria seja citada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s